quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O significado de algumas doenças na visão espiritual

Monica Buonfiglio

Você sabia que os ouvidos têm relação com a obediência e, por isso, as crianças estão

mais sujeitas a inflamações?

A constipação intestinal é típica daquele que teme ficar sem dinheiro? A separação de um casal

pode provocar um distúrbio renal?

As doenças na visão espiritualista são maneiras de voltarmos ao rumo certo quando saímos da nossa trajetória de vida.

Ela não deve ser vista como inimiga, mas um caminho para desenvolver potenciais criativos.

Se você não está bem, pode indicar que está tomando decisões erradas.

Espiritualmente, a cura significa a reconciliação com Deus e uma enfermidade não pode ser vista

como um infortúnio, mas uma dádiva.

Ao ficarmos doentes, usamos a palavra "sacrifício", depois de passar por uma maratona de exames

e visitas periódicas ao médico.

Sacrifício significa "renunciar, abandonar ou perder algo" e no sentido literal, "tornar sacro".

Às vezes, se faz necessária a renúncia, para voltar ao caminho correto. Algumas enfermidades

podem estar relacionadas às dificuldades

(inconscientes) que podemos estar vivenciando.

Leia a seguir sobre as principais doenças e compreenda por que podem ser um caminho para a autoconscientização.

Fontes:
A Doença como Caminho, Thorwald Dethlefsen e Rudiger Dahlke. Ed. Cultrix, 1992.

Psicopatologia da Vida Cotidiana, Freud. Ed. Imago, 1996

Acidente doméstico
(ou de trânsito)

Toda agressividade reprimida se transforma em ansiedade e provavelmente em dor física. Em qualquer acidente

existe um impulso inconsciente de provocá-lo. Está associado a um temor diante de uma mudança (trabalho,

cidade ou família) ou uma forma de evitar a responsabilidade. Um acidente que provoque uma doença é um

modo eficaz que o inconsciente encontra para ficar inerte.

Alergia

Quem sofre de uma alergia apresenta uma reação defensiva e até desproporcional. Constrói um nível exagerado de

defesa onde qualquer coisa é considerada inimiga. É fato conhecido que só ficamos agressivos quando estamos com

medo. Quem é alérgico tem uma postura ditatorial inconsciente: não pode existir sujeira, fumantes no ambiente,

bichinhos de pelúcia ou animais de estimação, entre outros.

Articulações

(torcicolo, câimbras e tendinite)


Dor na articulação é um indicativo da questão da segurança/insegurança, de mostrar-se superior ou não. Suportar

a dor sempre foi um sinal de coragem e controle sobre si mesmo. A postura ereta obriga a pessoa a encarar o

problema de frente e o torcicolo (ou a câimbra) força a perda do domínio sobre a direção do seu olhar. Já a tendinite

(que é processo inflamatório) revela o desejo de ultrapassar qualquer tipo de limite e mostrar-se responsável para

impressionar com seu desempenho.

Bexiga / rins


Quando a bexiga está inflamada sentimos ardor ao urinar e isso demonstra claramente a dificuldade em “relaxar”.

Os rins representam o âmbito da parceria como nos relacionamentos interpessoais. Não é por acaso que, em uma

situação de separação, um dos envolvidos tenha alguma doença associada aos rins.

Boca

A boca e os dentes representam a preocupação com a família. Se você é o responsável por tomar as decisões,

é propenso a ter mais sensibilidade nessa região.

Bronquite asmática

O asmático se cobra em demasia e a desproporção entre dar e receber está nitidamente representada pela asma.

É dócil e protege com zelo o que conseguiu obter, renunciando a qualquer tipo de conflito. Em grego, asma se diz

“peito comprimido” e em latim a palavra é angustus (angústia). A falta de ar do asmático indica que está prestes a

explodir (de modo silencioso) já que sua agressividade está presa no peito e na garganta.

Cabeça (dores)

De todos os órgãos, a cabeça é a que reage mais depressa a dor. É o sistema mais sensível de alarme quando algo não

vai bem. A dor de cabeça durante a lição de casa ou quando se está trabalhando frente à tela do computador revelam que

você não está disposto a fazer aquilo naquele momento (razão x emoção).

Coluna / discos
vertebrais e a ciática

A dor obriga ao descanso e o analgésico permite que se continue a trabalhar para mostrar a superioridade. A compressão

dos discos intervertebrais faz com que o indivíduo se “encolha” de dor, tornando a postura “humilde”. Quem tem dores na

coluna geralmente faz tudo sozinho para depois reclamar que ninguém “deu uma mãozinha”.

Coração

Quando as funções se completam a pessoa se torna inteira. Da duplicidade surge a unidade, ou seja, a cabeça e o coração,

o entendimento e o sentimento resultam na perfeição. Por isso, qualquer coisa que fuja da rotina (tanto material como sentimental)

provoca uma descompensação. Quando as artérias estão “endurecidas” ou “estreitadas”, refletem que o doente está agindo do

mesmo modo e tem medo de perder o controle. Indica a agressividade contida através do autocontrole que pode culminar por meio

do infarto, quando o coração parece despedaçar-se, ou seja, só um coração rígido pode se quebrar.

Estômago (aparelho digestivo) / prisão de ventre

Este tipo de enfermidade quase sempre se manifesta em uma pessoa que guarda para si as dificuldades. É crítica e encontra

defeito em tudo. Na maioria das vezes, é introvertida e demonstra uma “falsa” tranquilidade. Quem se preocupa demasiadamente

com as finanças pode sofrer de constipação intestinal (prisão de ventre).

Fígado

Os distúrbios hepáticos surgem quando alguém está com dificuldade em se desintoxicar, discriminar ou avaliar, separar o que

é venenoso daquilo que não é, já que o fígado avalia o que nos serve ou não, o que é útil ou inútil. Qualquer tipo de excesso

(bebida, sexo, alimentação) irá desencadear em problemas no fígado.

Gagueira

Quem gagueja, não consegue “se soltar” ou ser receptivo. A pressão pode torna-se cada vez maior, dependendo do meio

em que ele convive, especialmente se existe um repressor na família. O gago é inibido e tem medo de ser criticado ou

expressar seus sentimentos sem magoar ninguém. Por isso, quando o gago canta, não gagueja, pois está livre para expor sua emoção.

Gripes e resfriados

Nessa ocasião, a comunicação fica impossível e a primeira coisa que falamos ao estar com gripe é: “não se aproxime,

estou resfriado”, ou seja, uma maneira eficaz de se isolar. Quem tem dor de garganta diz: “não consigo engolir”

(idem a uma situação externa). As dores no corpo sinalizam a limitação dos movimentos, que no dia a dia não

conseguimos mais suportar.

Impotência e frigidez

Em qualquer dificuldade sexual existe o fator medo. O sexo oferece desejo e ao mesmo tempo, medo, pois o êxtase significa

a perda de controle. Quem é muito rígido com si mesmo pode ter dificuldades em se entregar, ser dependente ou dominado

por alguém.

Infecções

O sufixo “ite” revela um processo inflamatório em ação (colite, hepatite, entre outros) e indica a existência de uma guerra interior

no seu corpo. A palavra inflamação, em inglês inflammation, significa “o ato de por fogo” e significa a vontade inconsciente de

explodir para descarregar um conflito interno (note o rosto de um adolescente com espinhas).

Laringe e garganta

Sintomas que aparecem nesta região, geralmente atingem uma pessoa teimosa. É importante também liberar a sua criatividade.

Fale, exponha suas ideias, mesmo correndo o risco de não serem aceitas.

Olhos

A dificuldade em “enxergar” com clareza faz com que se “observe a distância”. Ao usar os óculos, se enxerga aquilo que é

importante para si, vendo sob seu aspecto em profundidade ou não.

Ossos / articulações

Se você sente dores nos ossos, significa que é muito crítico com aqueles que o rodeiam, sejam estes amigos, familiares

ou colegas de trabalho. Não persista em algo muito complicado para não trazer mais problemas com os ossos de seu corpo.

Ouvidos

Ouvir é de certa maneira um ato de obediência e humildade. A criança desobediente ouve: “você está me ouvindo bem?”.

Ou seja, ela tem a falta de disposição para se tornar obediente. Inflamações acontecem em crianças muito mais do que

em adultos, época em que precisam aprender a obedecer.

Pâncreas

Órgão onde é produzida a insulina (sucos digestivos), ou seja, sua redução leva a diabete. Neste caso, simboliza

a dificuldade em se entregar ao amor. Aquele que não é “doce” com a vida pode se tornar intolerante ao açúcar.

Pressão baixa / alta

A pressão sanguínea expressa o dinamismo do ser humano. Quem tem pressão baixa tem dificuldade em

enfrentar os problemas, ou seja, precisa viver sem nenhum tipo de “pressão”. Em alguns casos, a pessoa desmaia,

para se retirar do mundo consciente e assim, evitar os problemas. Ao contrário, quando a pressão está alta,

indica que a pessoa vive sob uma “pressão contínua” ou está sempre perto de um tipo de conflito.

Problemas menstruais

Esses problemas revelam que a mulher não está de acordo com a “regra” imposta a ela mensalmente.

Neste período, não se pode fazer o que se deseja ou ser independente. Quanto mais se “luta” contra

as regras impostas, ela terá mais dores das cólicas.

Pulmão / aparelho respiratório

Em alguns casos, pode indicar o sentimento de “troca” (inspirar e expirar o ar) refletindo desde um simples

resfriado a um problema de asma ou bronquite. É comum quando nasce o segundo filho,

que o primeiro apresente alguma enfermidade nos pulmões.

Roer unhas

Quem rói unhas deseja inconscientemente eliminar a agressão e o combate. Existe certo medo do quanto poderia

ser agressivo no momento necessário para enfrentar uma luta e por isso, acaba roendo suas armas. Quando faz isso,

sem que perceba, elimina a agressividade que existe dentro de si.

Seios

Os seios representam o símbolo máximo da mulher e, por extensão, a maternidade e o cuidado com a prole.

Refletem a necessidade da ternura e proteção. Quem tem problemas nos seios indica que é extremamente

protetora da família (especialmente dos filhos) e dos amigos.

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho problemas nos olhos, asma, ossos, estomago....ainda jovem sofria muito, hoje convivendo com a dor diariamente, a considero uma amiga q me desperta a conciencia.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a materia e quem estuda a espiritualidade sabe que tem relação as dores e materializa no corpo fisico.

    ResponderExcluir
  6. Fui ao medico endcrinogista para emagrecer quando cheguei la ela achou nodulo na minha garganta ,fui fazer ultrassom ai achou muitos

    ResponderExcluir
  7. Minha mae me odeia profundamente, e cada vez que ela me agride ou me faz sofrer no dia seguinte ela passa muito mal do figado e estomago, já tentei dizer isso a ela, mas ela acha que estou errada, eu nao sofro dor alguma por causa desses episodios, mas ela passa muito mal, infelizmente, não posso fazer nada a respeito disso, se ela nao mudar sua atitude, nao vai melhorar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça muita oração para ela..ajuda!

      Excluir
  8. Um Amigo do face me indicou, o q estou passando é a verdade do q esta escrito... Fiquei impressionado...

    ResponderExcluir